Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Pepita de Sucesso

Tudo sobre saúde, trabalho, lazer, viagens, sucesso, família e estilo de vida.

Uma Pepita de Sucesso

Tudo sobre saúde, trabalho, lazer, viagens, sucesso, família e estilo de vida.

15 livros ... Yupi!

IMG_20200224_131233.jpg

 

 

Uma amiga mudou-se para Lisboa e não tinha espaço para levar os seus livros!

Ofereceu-me 15 livros, que eu ainda não tinha lido.

Comecei ontem a ler "O Bosque dos Pigmeus" de Isabel Allende, a minha escritora favorita.

Adoro livros ... adoro ler ... fico muito feliz por ter livros novos para ler!!!

Obrigada Querida Amiga!

Estimei! 

 

Quem não ficaria feliz com um presente destes?

 

 

 

 

 

6 livros lidos nos primeiros 4 meses!

IMG_20190501_101716.jpg

 

Uma das minhas resoluções de ano novo foi ler 15 livros durante o ano de 2019.

Hoje é dia de fazer o balanço  destes primeiros 4 meses.

E surpreendi-me porque já li 6 livros, .... o mesmo número que li durante o ano passado.

 

Adoro ler, adoro livros, e sentia que não me sobrava tempo para ler tanto quanto queria.

Ao comprometer-me, fiz disso uma prioridade e foquei-me em arranjar tempo para a leitura, algo muito positivo na minha vida.

A fasquia foi pequena .... 15 livros em 2019, porque gosto de cumprir tudo a que me proponho.

 

 

O primeiro livro do ano foi a "Pofecia Celestina" de James Redfield

Sinopse -  Inspirado num antigo manuscrito peruano, este livro é um romance de iniciação à nova consciência - transcendente, espiritual - que está a emergir no mundo. Tomando como modelo, ainda que remoto, a procura do Graal, A Profecia Celestina não é apenas a história de uma aventura e de uma descoberta; é, sobretudo, um guia com o poder de reinventar as nossas percepções existenciais e de nos conduzir em direcção ao futuro com renovado optimismo e energia.

 

 

O segundo foi "O Testamento" de John Grisham.

Sinopse -  No seu luxuoso gabinete no último andar de um edifício, e na presença dos vários filhos e ex-mulheres, Troy Phelan, um velho bilionário rancoroso, assina o seu testamento pouco antes de morrer.
Todos esperam herdar uma parte substancial da colossal fortuna de onze mil milhões de dólares, mas o velho Troy preparou-lhes uma enorme surpresa: um novo testamento no qual nomeia Rachel Lane, uma filha ilegítima que ninguém sabia que tinha e que trabalha como missionária algures no meio do Pantanal, no Brasil, como sua única herdeira.
É então que Nate O’Riley, um advogado caído em desgraça e acabado de sair de uma clínica de reabilitação, é enviado ao Brasil com a missão de a encontrar. Travando uma dura batalha contra os seus próprios demónios ao mesmo tempo que luta pela vida nas florestas tropicais do Brasil, Nate entra num mundo surpreendente onde o dinheiro não tem qualquer significado.
Enquanto isso, a milhares de quilómetros dali, em Washington, trava-se uma outra batalha, igualmente dura, pelo controlo da herança do velho Phelan. As surpresas sucedem-se, umas atrás das outras…

 

 

O terceiro "O Perfume da Savana" de Ludgero do Nascimento.

Sinopse - Situado nos tempos em que África era uma colónia portuguesa, o presente romance espelha com intensidade os fascínios desta terra quente e inebriante e centra-se numa história de amor entre dois jovens que tudo ultrapassam para viver um amor proibido.
Ao mesmo tempo que este livro se constitui como retrato de uma época, evidenciando os seus traços culturais e, em particular, a forma como mulher é socialmente vista, ele conduz o leitor aos meandros da natureza humana e à filigrana dos sentimentos que dão cor à memória e tornam a vida uma intensa e enigmática aventura.

 

 

O quarto "A Mão do Pecado" de Tami Hoag.

Sinopse - O rapto do pequeno Josh Kirkwood abalou profundamente a pequena comunidade de Deer Lake. Mesmo agora, depois da prisão do suspeito e do regresso de Josh a casa, são e salvo, o medo e as perguntas perduram. O que aconteceu a Josh nas mãos do raptor? Porque é que ele ainda não disse nenhuma palavra depois do seu regresso? Terá o pesadelo terminado? Ou estará apenas a começar? Ellen North, delegada do Ministério Público, acabou de ser nomeada para este escaldante caso. Para além da comunicação social, todos os seus movimentos são seguidos de perto por Jay Butler Brooks, um escritor de livros baseados em crimes verdadeiros e um homem tão misterioso como o próprio caso. Quando uma segunda criança é raptada enquanto o principal suspeito de Ellen se encontra na prisão, ela sabe que está perante um jogo de vida e de morte...

 

 

O quinto "O Estranho Caso das Rosas Vermelhas" de Mary Higgins Clatk.

Sinopse - Um pequeno acidente leva a procuradora Kerry McGrath ao consultório do cirurgião plástico Dr. Smith para tratar as cicatrizes da sua filha Robin. Na sala de espera, ela repara numa mulher e tem uma sensação de déjà vu.

 

 

E o sexto, terminado ontem, "Grades Ocultas" de Hameeda Lakho.

Sinopse - Membro de uma família imigrante paquistanesa, Hameeda Lakho foi levada para a Holanda com quatro anos de idade. Passado pouco tempo, o pai revela uma natureza violenta e tirânica, batendo nas filhas e na mãe, obrigando-as a respeitar o código de ferro do seu país, segundo o qual as mulheres devem suportar qualquer castigo ou humilhação em obediência aos homens. Também acaba por saber-se que ele tem vivido com uma holandesa, da qual já tem um filho. A mãe de Hameeda não tem para onde se virar: é uma estrangeira num país estranho e é incapaz de compreender os costumes de uma sociedade europeia moderna. O pai acaba por cometer o mais cruel dos actos: expulsa a mulher e a criança mais nova para o Paquistão e mente a Hameeda e às irmãs, dizendo-lhes que a sua mãe morreu num acidente de viação. As suas vidas são reduzidas à de escravas em casa da madrasta, e os abusos aumentam até não haver alternativa senão fugir e viver em orfanatos, prisões ou à beira da estrada ...

 

 

 

Ler livros 6 livros nestes primeiros 4 meses do ano foi um verdadeiro desafio ao meu tempo.

 

Perguntei-me onde iria arranjar tempo e espaço no meu dia para ler!

 

Mas olhando para a minha jornada diária, com algum tempo dedicado às redes sociais e a outras "baboseiradas" que não acrescentam valor à minha vida e só me faziam perder tempo, comprometi-me a ler 30 minutos por dia.

 

Podia ser de manhã, à hora do almoço, à noite, onde tivesse um tempinho.

 

E consegui!

 

Ando sempre com o livro atrás de mim, para o trabalho, para o café, para o jardim,  .... até mesmo do andar de cima para o andar de baixo da minha casa.

 

Descobri que afinal tenho tempo para ler, nem que sejam 30 minutos por dia!

 

 

 

O meu "Os Lusíadas"

IMG_20181224_122422.jpg

 

Ontem, a minha mãe ao telefone:

 

- Luísa, encontrei uma coisa, para escreveres no teu blog. Vou mandar pelo António à tarde. Estava a fazer umas arrumações num armário e encontrei uma relíquia. Vais gostar!

 

E adorei a surpresa .... O meu livro "Os Lusíadas".

 

De capa dura, cor bege e dourada, um exemplar de museu ....

 

IMG_20181224_122524.jpg

 

A data da sua publicação é de 1975, Porto Editora.

 

IMG_20190321_193904.jpg

 

Abri o meu "Os Lusíadas" e encontrei muitas anotações junto aos versos!!!

 

Eu era uma aluna muito atenta, ficava sempre na fila da frente e anotava tudo o que o professor dizia.

 

Que saudades .....

 

 

 

Há professores que nos "marcam"

13495311_10208546057320871_1353351231117023915_n.j

 

 

 

Há professores que nos marcam para toda a vida.

E o professor Amorim foi um deles.

 

O professor Amorim foi meu professor de Língua Portuguesa.

Foi ele que me fez apaixonar pela leitura.

 

Entrava na sala de aula, com um saco de pano cheio de livros e, com o melhor dos sorrisos, cumprimentava-nos, com o seu sotaque de Viseu.

 

Eu adorava as aulas de português.

Ele tirava os livros do saco e colocava-os em cima da sua secretária.

 

Eu, que ficava na fila da frente, assistia a tudo, cheia de curiosidade.

Queria saber que livros trazia para nos emprestar.

E olhava ..... olhava .... olhava a tentar escolher um livro para levar.

 

E o professor Amorim falava sobre os livros que trazia.

Só uma síntese ....

 

Lembro-me de nos dizer que a leitura nos ajudava a escrever melhor.

A falar melhor.

Que seríamos mais "ricos".

Mais instruídos.

Mais críticos.

Que nos faria viajar ....

 

Adorava aquele momento, ouvia-o com entusiasmo e admiração.

Gostava da forma como nos motivava, nos ensinava, nos incutia a leitura, e queria compensá-lo, lendo todos os livros que me emprestava.

Era um compromisso que tinha para com ele, por estar sempre disponível para nos ajudar.

 

No fim perguntava quem estava interessado em levar um livro para ler.

Eu queria ser sempre a primeira a escolher.

E era-o quase sempre.

 

Sobrava sempre um livro para mim.

Acho que o professor sabia o quanto queria ler e fazia com que eu fosse dos primeiros a escolher.

E eu sentia-me cada vez mais "compromissada" com a leitura dos livros.

 

Em casa "devorava" o livro e levava-o sempre  na aula seguinte.

E o professor Amorim, com aquele sorriso aberto, perguntava-me:

 

"Já leste o livro?

Todo?

Olha que vais ter de contar !!!!"

 

Se não tivesse tido o professor Amorim, com certeza eu não seria a mesma pessoa.

 

 

O meu mundo seria muito mais "pobre"!

 

Obrigada professor Amorim !!! 

 

 

Foto: AQUI

A minha primeira colecção de romances

IMG_20181224_123730.jpg

 

Sempre gostei muito de ler!

 

A minha mãe trabalhava no colégio onde eu estudava,  e eu passava lá a maior parte do meu dia.

 

Estudava, e nas horas livres andava à volta das Irmãs, à procura de livros. Elas tinham muitos!

 

Havia uma pequena biblioteca no alpendre à frente da capela.

 

Era um pequeno quarto, outrora quarto de arrumos, que foi transformado em biblioteca.

 

Era para guardar os livros que eram oferecidos pelos senhores doutores - dizia-me a Irmã Francisca.

 

E cuidado, não se pode abrir para não romper as páginas - ordenava-me.

 

Mas eu adorava ajudar a tirar o pó dos livros .... assim aproveitava para folhear alguns.

 

Era tão apaixonada por esta colecção de romances, e, deliciava-me só de olhar para a capa.

 

Acho que quis ser bailarina por causa da Marie Soler. Era a melhor bailarina do Centro Internacional de Dança de Cannes.

 

Não lia os livros, mas imaginava o primeiro amor da bailarina pelo colega de ballet .... e sonhava ....

 

E demorava, demorava, demorava a ler o resumo na parte de trás da colecção .... e vivia toda a história da bailarina, do seu primeiro amor, e de tudo o que passava no conservatório.

 

IMG_20181224_123842.jpg

 

Ó pequena, despacha-te, ainda tens as bíblias para limpar - dizia a Irmã.

 

A Irmã Francisca, sabendo desta minha paixão pela colecção de livros, falou com a Madre Superiora.

 

Passei mais de uma semana a sonhar com os livros, não havia resposta e  continuava, dia após dia, a tirar o pó dos livros. 

 

Era feliz, adorava fazê-lo, o livros já me pertenciam um bocadinho.

 

Tempos depois, a Irmã Francisca disse-me que tinha dito ao benfeitor, que  tinha doado os livros ao colégio, que eu fazia anos, e que gostava muito dos livros.

 

Ele ficou muito emocionado e decidiu oferecer-me a colecção completa.

 

Fiquei muito feliz, o meu coração batia tão forte que parecia explodir de alegria.

 

Quando os trouxe para casa, não parei de os ler .... tinha 11 ou 12 anos.

 

Luísa, pára de ler esses livros, vais ficar com falta de vista - dizia a minha mãe!!!

 

Até hoje guardo-os como a melhor das recordações.

 

 

Não consigo cumprir o prometido

IMG_20181228_091644.jpg

No dia 26 de Dezembro escrevi um post acerca da minha "incapacidade" ou "distúrbio" de começar a ler um livro e não conseguir  terminá-lo. 

 

Acabo sim, por terminar, mas pelo meio meto aí uns 5 livros e vou alternando a leitura de todos.

 

Após alguns comentários que recebi acerca deste meu "problema", prometi que a partir desse dia, só iria ler um livro de cada vez.

 

Deixei à cabeceira A Profecia Celestina e jurei não tocar noutro livro até terminar de ler este.

 

E não é que falhei?

 

Ontem fui à Fnac, à secção de livros e não resisti!

 

Nunca resisto quando vou à Fnac!

 

Comprei o livro Inteligência emocional de Daniel Goleman, com 30% de desconto.

 

Há muito tempo que "andava de olho" neste livro, e não consegui vir de mãos a abanar, ainda por cima com um bom desconto.

 

E, claro, como sou muito curiosa, comecei a folhear, e .... adivinhem, não parei de o ler.

 

Já estou a meio da primeira parte e ......

 

Adeus Profecia Celestina ..... até daqui a uns dias.

 

Luísa de Sousa

 

 

 

Um, dois, três, quatro ou cinco livros de uma vez ...

Que nome se dá aquelas pessoas que lêem um, dois, três, quatro ou cinco livros ao mesmo tempo?

 

Bigamia de livros?

 

Uma espécie de "traidora"?

 

Mas é assim que eu sou....

 

Têm-me dito que não se deve fazê-lo.

 

Que causa confusão, que cada livro é único, e que merece ser lido e tratado como único, sem mistura de personagens e de histórias.

 

Mas a verdade é que começo a ler um livro , e por mais que esteja a gostar, basta deixá-lo por um dia à cabeceira,  no dia seguinte estou noutro livro.

 

Na verdade, na minha mesa de cabeceira estão 5, os livros do momento.

 

Na estante da sala, outros tantos, muitos já lidos (sou muito possessiva com os meus livros), outros ainda por ler, uns dois ou três já iniciados, à espera de serem acabados de ler.

 

Na estante do escritório, um vão de escada adaptado, mais uns tantos livros, uns mais técnicos, outros filosóficos e outros da minha área de formação. Já lidos, relidos e de visita obrigatória, quando preciso de inspiração para escrever algum artigo.

 

E quais os livros que estão na minha mesa de cabeceira?

 

IMG_20181226_110703.jpg

 

Ah ... os que estão à mesa de cabeceira são os favoritos do momento!

 

A Profecia Celestina, de James Redfield - inspirado no manuscrito peruano,  é um romance de iniciação à nova consciência transcendente, espiritual, que está a emergir no mundo. Não sou muito de espiritualidades, mas vamos ver os próximos capítulos, pois quem o leu diz que é transformador. A ver se fico menos céptica.

 

Mude, de Lúcio Lampreia - uma nova visão sobre o mundo do trabalho, sobre empreendedorismo e novas oportunidades. É para aqueles, como eu, que gostam de pensar "fora da caixa". Uma verdadeira revolução à forma arcaica de pensar. Quando quero "sacudir-me", lá vou eu ler um capítulo.

 

O Mundo de Sofia, de Jostein Gaardner - adoro filosofia, e este livro é uma aventura à história da filosofia e do pensamento filosófico. É para aquelas alturas quando necessito de vaguear ....

 

Onde Reside o Amor, de Margarida Rebelo Pinto - uma compilação de textos publicados na rubrica da autora, e é uma "viagem" às histórias da vida do dia a dia de todos nós. Quando quero ficar bem disposta, leio um ou dois capítulos.

 

Viver Melhor - Em Boa Forma - é aquele livro que tenho de ter obrigatoriamente em cima da mesa de cabeceira, 365 dias por ano, para me lembrar que já não vou para nova e que necessito de estar sempre em forma com o yoga, pilates e tai chi.

 

Estes são os livros do momento, mas um dia destes, mudo uns dois ou três, e vou à estante buscar outros para substituir. 

 

 E vocês?

Lêem um, ou mais livros de uma vez?

 

Luísa de Sousa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D