Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Uma Pepita de Sucesso

Tudo sobre saúde, trabalho, lazer, viagens, sucesso, família e estilo de vida.

Uma Pepita de Sucesso

Tudo sobre saúde, trabalho, lazer, viagens, sucesso, família e estilo de vida.

Porque nos ferimos?

eu e tu.jpg

 

 

Por que tratamos mal “os nossos”?

Porque ferimos quem amamos?

Porque magoamos quem nos ama, quem nos quer bem?

 

Porque é mais fácil ferir quem nos é mais próximo?

Porque tratamos menos bem as pessoas mais próximas, como os nossos familiares, do que outras pessoas menos importantes, cujos laços connosco são mais superficiais?

 

Será possível que a causa desta atitude tenha por origem o nosso egoísmo e os nossos interesses,  que fazem com que nos preocupemos apenas connosco mesmos?

 

Será que é da natureza humana?

 

Ou será que,  pelo facto de amarmos e de sermos amados, estamos mais próximos, entendemo-nos melhor, estamos mais vulneráveis, estamos "sem máscaras", mostramos as nossas fragilidades,  mostramos como realmente somos, o que nos leva a sermos mais agressivos com essas pessoas?

 

A verdade é que sabemos que, mesmo sendo ríspidos, mal educados, e magoarmos quem nos é mais próximo, como os nossos familiares e amigos, estes nunca deixarão de gostar de nós!

 

Compreenderão o nosso comportamento!

Nunca nos deixarão!

E estarão sempre aqui para nos ajudar!

 

Mas “os nossos” são justamente aqueles a quem deveríamos tratar com mais cuidado, pois são aqueles que gostam de nós pelo que somos, que nos deram e nos dão tudo diariamente, tanto bens materiais quanto os bens mais preciosos como o amor, a educação, a amizade, ....

 

 

"Magoar alguém é transferir para outrem a degradação que temos em nós"

Simone Weil

 

 

Imagem AQUI

 

14 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Mensagens

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub