Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Uma Pepita de Sucesso

Tudo sobre saúde, trabalho, lazer, viagens, sucesso, família e estilo de vida.

Uma Pepita de Sucesso

Tudo sobre saúde, trabalho, lazer, viagens, sucesso, família e estilo de vida.

Bençãos disfarçadas

 

 

“Não podes controlar a vida, o que podes

é controlar a forma como lidas com ela”

 

A maioria de nós acha que pode controlar o mundo.

Que, de alguma forma, com as nossas opiniões, atitudes e comportamento podemos mudar os outros e a forma como são.

Eu também achei que o podia fazer.

Mas não podemos, e quanto mais depressa nos dermos conta dessa fragilidade, mais depressa conseguiremos ver as “bênçãos disfarçadas” que estão à nossa volta.

Mas, além de termos de desenvolver uma certa resiliência, regular eficazmente as emoções é essencial para conseguir gerir saudavelmente a nossa vida e adaptar-se às mudanças e imprevistos que surgirão no nosso caminho.

Porque haverão contrariedades, muitas contrariedades….

Não importa o que fizermos para assumir o controlo….não podemos controlar a vida, o que podemos fazer é controlar a forma como lidamos com ela.

Na verdade, uma grande parte das lutas e dificuldades da vida acontece por boas razões.

chave é encontrar esse lado positivo muitas vezes difícil de vislumbrar.

Será esta a melhor forma de gerir as emoções negativas e as contrariedades?

Não será esta uma atitude de conformismo, resignação às tristezas e à infelicidade que a vida nos depara?

Muitos pensarão que sim!!!!

Afinal seria perder o controlo da situação….

Seria baixar os braços às contrariedades…..

Seria “deitar a toalha ao chão!!!!

Mas não!

Esta abordagem ao lado positivo da vida tem, inclusivamente, um nome científico na área da psicologia: reavaliação cognitiva.

Trata-se de uma “estratégia de coping, que consiste em monitorizar e avaliar pensamentos negativos e substituí-los por pensamentos e imagens positivas”.

E quando “reenquadramos acontecimentos dolorosos ou assustadores de uma forma positiva, reduzimos o seu impacto emocional (stress, depressão, tristeza, etc.)” (Jillian Michaels, 2014).

De acordo com esta teoria, “é a forma como pensamos sobre, ou apreciamos, o significado das nossas experiências que nos causa emoções boas e más” (Jillian Michaels, 2014).

Na reavaliação cognitiva é colocado ênfase nos aspectos positivos de um evento e retirado ênfase aos negativos.

Esta técnica pode ser aplicada a quase tudo na vida, porque em quase tudo existem prós e contras.

É a procura da Bênção Disfarçada.

Quantos de nós acha que as coisas más só nos acontecem a nós?

Quantos de nós acha que não há volta a dar quando nos acontece uma desgraça?

Quantos de nós tem a coragem de se levantar após uma queda?

A maioria fica chorando as mágoas!

A maioria fica achando que é assim mesmo….faz parte da vida….afinal é normal sofrermos…..é normal ser infeliz…..algures, bem longe, numa dada altura vamos encontrar a felicidade!

A maioria fica de braços cruzados à espera que venham dias melhores!

Mas, como já acima referi, em existe um lado mau….mas também um lado BOM!

E a magia encontra-se exactamente em ver o lado BOM e POSITIVO em tudo o que nos acontece.

Com certeza tem lá uma Lição …… uma lição disfarçada ….

uma BÊNÇÃO DISFARÇADA!

 

Um abraço

Luísa de Sousa

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D