Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Pepita de Sucesso

Tudo sobre saúde, trabalho, lazer, viagens, sucesso, família e estilo de vida.

Uma Pepita de Sucesso

Tudo sobre saúde, trabalho, lazer, viagens, sucesso, família e estilo de vida.

Luz Prateada

IMG-20191030-WA0007.jpg

Madalena do Mar, Ilha da Madeira 1)

 

De vez em quando, todos enfrentamos circunstâncias e situações difíceis na nossa vida.

A forma como vemos e "processamos" essas situações pode aumentar ou diminuir o nosso sofrimento e determinar o que criamos a partir delas.

 

Uma grande parte das lutas e dificuldades da nossa vida acontecem por boas razões.

Se procurarmos sempre o lado mais profundo, poderemos sempre melhorar e ficar mais fortes, independentemente daquilo que nos possa estar a derrubar.

 

O desafio é sermos suficientemente corajosos para nos mantermos abertos, procurar as lições e enfrentar a árdua tarefa que nos conduz à nossa realização.

 

Cabe-nos procurar a "Luz Prateada" por entre as nuvens!

Cabe-nos encontrar as "Bênção Disfarçadas"!

 

 

1) Fotografia da autoria do meu amigo Nelson Rodrigues

 

A "Senhorita" Cléo

IMG_20190727_192917_841.jpg

 

A nossa Cléo é uma autêntica "senhorita".

Muito bem comportada, doce, meiga, e esperta.

Sabe que não pode entrar em casa sem autorização.

Fica à porta, sentada, com o seu olhar meigo e atento, à espera de um sinal para entrar!

 

IMG_20190729_203758.jpg

 

E quando a porta está fechada .... sobe a cadeira e fica à janela à espera que lhe abram a porta!

É tão querida e fofa!!!

A "senhorita Cléo" é um dos nossos tesouros!

 

 

 

Vereda no Arco Pequeno

IMG_20191016_115621.jpg

 

A Ilha da Madeira está repleta de veredas.

Veredas são caminhos estreitos ou atalhos, apertados, encobertas por alguma vegetação e servem para chegar mais depressa a um determinado local.

 

IMG_20191016_115404-COLLAGE.jpg

Muitas das veredas na Ilha da Madeira não têm nome, como é o caso desta vereda, situada no Arco Pequeno, na Freguesia do Arco de São Jorge, no Concelho de Santana.

 

IMG_20191016_115509-COLLAGE.jpg

Esta vereda no Arco Pequeno, tem uma extensão relativamente pequena, de fácil acesso e convida a um passeio entre um cenário fantástico de mar e serra.

 

IMG_20191016_115602-COLLAGE.jpg

Oferece uma vista deslumbrante do mar do norte da Ilha da Madeira, o Oceano Atlântico e também do interior da Freguesia do Arco de São Jorge, onde se avista uma paisagem natural da floresta madeirense.

 

IMG_20191016_115657-COLLAGE.jpg

Pelo caminho, temos de parar muitas vezes pelo espanto da paisagem.

Gostaram da vereda no Arco Pequeno?

 

 

Pontes ...

 

IMG_20190819_104234.jpg

Praia Grande de Pêra, Algarve, Portugal

 

 

"Ninguém poderá construir por ti as pontes que precisarás para atravessar o rio da vida, ninguém, exceto tu.

Existem por certo, inúmeras verdades,  pontes e semideuses que se oferecerão para levar-te ao outro lado do rio.

Mas isto custaria a tua própria pessoa, tu te hipotecarias e te perderias.

Existe no mundo um único caminho por onde só tu podes passar.

Para onde leva?

Não perguntes, segue-o."

- Friedrich Niestzsche

 

Nos outros ...

IMG_20191016_121908.jpg

Vigia, Santana, Ilha da Madeira

 

"É isto que amamos nos outros: o lugar vazio que eles abrem para que ali cresçam as nossas fantasias.

Buscamos, no outro, não a sabedoria do conselho, mas o silêncio da escuta; não a solidez do músculo, mas o colo que acolhe ...

Como seria bom se as outras pessoas fossem vazias como o céu e não tão cheias de palavras, de ordens, de certezas.

Só podemos amar as pessoas que se parecem com o céu, onde podemos fazer voar as nossas fantasias ..."

- Rubem Alves

 

Acredito sempre ....

IMG_20191016_115536.jpg

Vereda do Arco Pequeno, Santana, Ilha da Madeira

 

 

 

Acredito que se pode voar sempre mais alto ...

Acredito que se pode amar mais intensamente ...

Acredito que se pode criar novas amizades, mais sinceras, mais profundas.

 

Tenho muitas vontades!

Vontade de sonhar e subir mais alto ...

Vontade de rir com mais gargalhadas ...

Vontade de "abrir mais portas" ...

Vontade de me disponibilizar para correr riscos ...

Vontade ultrapassar horizontes.

 

Sei que sou uma sonhadora!

Sei que sou uma grande optimista!

Sei que tenho um ego saudável!

Sei que faço parte de uma minoria que acredita que o mundo é um bom lugar para se viver e amar!

 

Acredito e acreditarei sempre!

 

Fortaleza de São João Baptista do Pico

 

Fortaleza_do_Pico_-_14740646014_-_2014-05-13.jpg

 

A denominação de Fortaleza de São João Baptista do Pico ficou a dever-se à proximidade da Ribeira de São João e ao facto de ter sido edificada no Pico dos Frias, no Funchal, como é referenciado nos finais do século XVI.

 

Situada a 111,5 metros acima do nível do mar, esta fortaleza, concluída na segunda metade do século XVII, servia, na altura, de armazém de pólvora da cidade (pólvora que era destinada a todos os fortes e torres da Ilha).

 

IMG_20191020_121913-COLLAGE.jpg

 

A Fortaleza de São João Baptista do Pico funcionava como fecho da cortina da muralha sobre a Ribeira de São João, tal como determinava o Regimento de Fortificação de D. Sebastião (1572), fazendo parte integrante do sistema defensivo da cidade do Funchal, contra os constantes ataques dos piratas, corsários franceses e mouros de Argel. 

 

IMG_20191020_121803-COLLAGE.jpg

 

Por ordem do governador e capitão-general António Jorge de Melo, a partir de finais do século XVII, a Fortaleza de São João Baptista do Pico passou a servir de paiol, em consequência de um incêndio ocorrido na residência do governador na Fortaleza de São Lourenço.

 

IMG_20191020_121928-COLLAGE.jpg

 

Em meados do século XX, a fortaleza de São João Batista do Pico foi entregue à Marinha, e nela foi instalado o Centro de Comunicações da Armada.

 

Devido ao elevado número de antenas ali colocadas a população passou a designá-la, também, por “Pico Rádio”.

 

IMG_20191020_121834-COLLAGE.jpg

 

No essencial, a Fortaleza de São João Baptista do Pico mantém a sua estrutura original, de traça maneirista, com quatro baluartes pentagonais, que se desenvolvem interiormente em dois níveis, ficando no mais baixo a praça de armas, onde se encontra esta exposição.

 

Foi classificada de Monumento de Interesse Público em 1940.

 

 

Fonte AQUI

 

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D