Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Pepita de Sucesso

Tudo sobre saúde, trabalho, lazer, viagens, sucesso e estilo de vida.

Uma Pepita de Sucesso

Tudo sobre saúde, trabalho, lazer, viagens, sucesso e estilo de vida.

O nosso presépio reciclável

IMG_20181205_133509.jpg

 

Já está prontinho o nosso presépio na ARM - Águas e Resíduos da Madeira, na Zona Leste.

 

O presépio, feito com materiais recicláveis (menos a figuras), foi criado pelo nosso querido colega Ismael, que, com toda a sua criatividade, imaginação e boa vontade, nos presentea todos os dias com esta bela "obra de arte"

 

IMG_20181205_133509.jpg

 

Obrigada de coração Ismael!

 

Luísa de Sousa

As Viagens dos Deputados das Ilhas

 Ouvi nas notícias logo pela manhã que o Tribunal de Contas, alerta para a possibilidade de "fraude fiscal" com as viagens pagas aos deputados das ilhas, por falta de fiscalização.

 

Alerta também, para a falta de controlo nas viagens dos deputados das ilhas, considerando os juízes que há “risco elevado” de terem sido pagas viagens que não foram realizadas, e que existe falta de controlo sobre as mesmas.

 

O regime jurídico do Parlamento prevê, que todos os deputados da Madeira e dos Açores, recebam por semana, um subsídio fixo de 500 € (2.000 € por mês), para suportar uma viagem de avião às ilhas.

 

Este subsídio é devido mesmo que os deputados não viajem, e é pago sem qualquer comprovativo, e que estes deputados poderão  estar duplamente subsidiados, uma vez que recebem também o subsídio social de mobilidade dado pelo Estado, através do qual os ilhéus recebem o reembolso do valor pago pela viagem de ida e volta (valor pago - 85€).

 

Ora, esta notícia indignou-me, porque eu, sendo madeirense, nada abastada, tenho de fazer "trinta por uma linha" para pagar às companhias aéreas valores exorbitantes por uma viagem de ida e volta a Lisboa ou Porto, sendo reembolsada 2 meses depois, e estes "senhores deputados" a receberem 2.000 € por mês fixo, e ainda serem reembolsados como um cidadão ilhéu normal!!!

 

Até quando vamos "fechar os olhos" a estas injustiças?

 

Luísa de Sousa

 

 

 

 

 

Sou o que escolhi me tornar

1 sou o que escolhi me tornar.jpg

 

De acordo com  Carl Jung, ter consciência da nossa responsabilidade sobre o que acontece na nossa vida é fator importante rumo à realização de sonhos e desejos.

 

A tendência natural das pessoas que têm vidas que não gostam é desresponsabilizarem-se.

 

Pior, responsabilizam os outros: a família, o chefe, o governo, os amigos, os inimigos, o marido, a esposa, a economia.

 

Ou então, o passado, a infância.

 

Se assumirmos a responsabilidade por tudo o que de mau e de bom aconteça na nossa vida, se percebermos que somos nós que estamos no centro da nossa vida, e que somos nós que temos a habilidade de responder perante ela, será mais fácil empreender a grande mudança na vida.

 

Devemos agir com consciência a fim de nos tornarmos o que queremos ser.

 

Luísa de Sousa

 

 

Ego e Alma

ser importante.jpg

O ego influencia muito a maior parte das situações que nos deparamos todos os dias.

 

E porque não usamos a alma para nos influenciar?

 

O ego é egoísta, competitivo, julga, e pode ser corruptível. 

 

A alma é altruísta, verdadeira, pura, inclusiva, e perdoa.

 

Podemos escolher agir com o ego ou com a alma, mas ambos andam lado a lado, e são necessários na nossa vida.

 

 

Bom fim de semana

Luísa de Sousa

 

 

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D